• Nenhum item no carrinho

Clarice Lispector - Figuras da Escrita
Clarice Lispector - Figuras da Escrita

Clarice Lispector - Figuras da Escrita

Autor: Carlos Mendes de Sousa

O livro Clarice Lispector – Figuras da escrita, do crítico literário português e professor de literatura brasileira Carlos Mendes de Sousa, é uma reedição integral do texto com mesmo título publicado em Portugal em 2000, pela Universidade do Minho, em Braga, que teve uma tiragem de 500 exemplares. A edição do livro no Brasil faz parte de uma série de ações que há muito vêm se desenvolvendo no Instituto Moreira Salles em torno da obra de Clarice.

Em Clarice Lispector – Figuras da escrita, o autor não se detém apenas na explicação de um gênero literário ou em aspectos específicos da poética clariciana. A pesquisa de Carlos Mendes de Sousa, iniciada no Rio de Janeiro em 1992, se debruça sobre toda a obra de Clarice em suas diferentes modalidades: romances, contos, crônicas, cartas e entrevistas. Segundo Eucanaã Ferraz, consultor de literatura do Instituto Moreira Salles, trata-se do mais completo estudo até hoje realizado sobre a obra de Clarice Lispector. O autor define que “a publicação não deixa de ser uma iniciação à leitura de Clarice Lispector”. Para Benjamin Moser, autor da biografia Clarice, (Cosac Naify, 2009), e também autor de texto de apresentação na publicação do ims, “o livro combina o conhecimento dos mais sérios pesquisadores com o amor e a empolgação, mal disfarçados, que são marcos do clariciano legítimo”.

Páginas: 632
Formato: 14 x 23 cm
ISBN: 9788586707728
Idioma: Português

R$75,00
Adicionar à Lista de Desejos

Carlos Mendes de Sousa

Autor

Carlos Mendes de Sousa é professor na Universidade do Minho e codiretor da revista de poesia Relâmpago. Tem se dedicado especialmente ao estudo da literatura brasileira e da poesia portuguesa moderna e contemporânea. Além dos ensaios sobre Clarice Lispector, destacam-se os seus trabalhos sobre Machado de Assis, João Cabral de Melo Neto, Miguel Torga, Sophia de Mello Breyner Andresen, Eugénio de Andrade, Fiama Hasse Pais Brandão e Eduardo Lourenço.