• Nenhum item no carrinho

DVD O Emprego
DVD O Emprego

DVD O Emprego

Diretor: Ermanno Olmi

Oitavo título da coleção de DVDs do IMS, O emprego (Il Posto, 1961) é dirigido por Ermanno Olmi, diretor italiano mais conhecido no Brasil por A árvore dos tamancos (1978) e Caminha, caminha (1983). O filme conta a história de Domenico, jovem da classe operária de uma pequena cidade, que se candidata a uma função administrativa em uma grande empresa de Milão. Após um longo dia de testes, em que conhece Antonietta, também candidata, ele é contratado. E sente-se ainda mais feliz ao descobrir que Antonietta também foi aceita na empresa. As esperanças de Domenico, entretanto, são duplamente frustradas quando o colocam em um departamento longe dela e quando lhe recusam temporariamente o trabalho administrativo com o qual sonhava, para admiti-lo como mensageiro.

"No início, não penso na câmera. Penso no que devem ser apresentado: o lugar, a iluminação, as pessoas. Construo a ficção que preciso e quando sinto que ela corresponde às minhas necessidades, vou para a câmera para ser conduzido pela cena, sem estabelecer de antemão que 'aqui' vou fazer um close-up, um plano geral ou um movimento de câmera. Não decido nada com antecedência. Quase sempre trabalho com a câmera na mão, na altura de meus olhos e se preciso movimentá-la procuro fazer como se ela fosse parte de meu corpo." - Ermanno Olmi

Título Original: Il Posto
Elenco: Sandro Panseri, Loredana Detto, Tullio Kezich, Mara Ravel, Guido Spadea
Ano: 1961
Duração: 93 min. aprox.
Idioma: Italiano
Formato da Tela: 4x3 Full Frame
Cor: Preto e branco
Legenda: Português
Classificação Indicativa: 12 anos
País: Itália
Áudio: NTSC
Gênero: Documentário
Informações Adicionais / Extras:

Livreto com o ensaio O descrédito do milagre econômico, de Millicent Marcus


Lançamento: Setembro/2013

R$44,90

Adicionar à Lista de Desejos

Ermanno Olmi

Diretor

O emprego (II posto, 1961) é o segundo longa-metragem de Ermanno Olmi (Bergamo, 24 de julho de 1931). O primeiro foi Il tempo si è fermato (1959) iniciado como um documentário e transformado no curso da filmagem em ficção. Antes deles, produziu uma série de documentários de curta-metragem. Olmi realizou mais de 80 trabalhos entre documentários para televisão e filmes de ficção para cinema, mas só em 1978, ao receber a Palma de Ouro no Festival de Cannes com A árvore dos tamancos (L’albero degli zoccoli) teve um filme distribuído comercialmente no Brasil. Em setembro de 2011, dois meses depois de completar 80 anos, lançou no Festival de Veneza seu mais recente longa-metragem Il villagio di cartone.