• Nenhum item no carrinho

Anri Sala: o momento presente
Anri Sala: o momento presente

Anri Sala: o momento presente

Artista: Anri Sala, Heloisa Espada, Moacir dos Anjos, Natalie Bell
Organização: Heloisa Espada

O catálogo possui textos de Heloisa Espada , Moacir dos Anjos, Natalie Bell e Jacques Rancière, trás análises sobre a dimensão estética e política de obras de diferentes fases da trajetória de Sala, de Intervista (Finding the Words) até videoinstalações de grande porte, como The Present Moment (in D) (2014) e The Present Moment (in B-flat) (2014), em que o artista interfere em Verklärte Nacht [Noite transfigurada], Op.4, e reconstrói a composição de Arnold Schönberg. Estão incluídas ainda obras criadas exclusivamente para a exposição realizada no Instituto Moreira Salles.

Páginas: 178
Formato: 2x14,2x23cm
ISBN: 9788583460367
Idioma: Português
Lançamento: Setembro/2016

R$94,90

Adicionar à Lista de Desejos

Anri Sala

Artista


Anri Sala é um dos artistas contemporâneos de maior destaque na cena artística internacional. Nasceu em 1974, na cidade de Tirana, capital da Albânia. Estudou na Academia Nacional de Artes de Tirana e na École Nationale Supérieure des Arts Décoratifs, em Paris, de 1996 a 1998, quando começou a trabalhar com vídeo. Em 1998, deu início à pós-graduação em direção na Le Fresnoy, Studio National des Arts Contemporains.



O vídeo Intervista (Finding the Words), com o qual Anri Sala tornou-se conhecido, recebeu os prêmios de Melhor Documentário no Festival Entrevues, em Belfort, França, e no Brooklyn Film Festival, em Nova York, além de Melhor Curta-Metragem no Festival Amascultura, em Lisboa. Em 2000, o artista participou da Manifesta 3, em Liubliana, Eslovênia. Um ano depois, recebeu o prêmio de jovem artista pelo trabalho Uomoduomo (2000), na 49ª Bienal de Veneza. No ano de 2004, realizou a sua primeira grande individual, Entre chien et loup/When the Night Calls it a Day, organizada pelo Musée d'Art Moderne de la Ville de Paris. Participou da 25ª Bienal de São Paulo, em 2002, e da 29ª Bienal de São Paulo, em 2010.



Em 2013, Anri Sala representou a França na 55 ª Bienal de Veneza com a videoinstalação Ravel Ravel Unravel, com a qual recebeu o 10º Prêmio Benesse. No ano seguinte, participou da retrospectiva Une histoire, art, architecture et design, des années 80 à aujourd'hui, no Centre Georges Pompidou, em Paris. No início de 2016, o artista realizou a individual Anri Sala: Answer Me no New Museum, em Nova York, com trabalhos do início de sua carreira até obras recentes. Atualmente, ele vive e trabalha em Berlim.

 



Heloisa Espada

Artista,Organização


Moacir dos Anjos

Artista


Natalie Bell

Artista