• Nenhum item no carrinho

Tempo reencontrado
Tempo reencontrado

Tempo reencontrado

Organizado por Carlos Augusto Calil, Tempo reencontrado reúne dez ensaios de Alexandre Eulalio, este intérprete incomum que, nas palavras de Antonio Candido, foi capaz de aliar o conhecimento mais rigoroso da história e da estética à livre fantasia criadora, sempre em busca de “chaves para compreender o tempo”.

No conjunto afiado e extremamente original, vale destacar os ensaios sobre Cornelio Penna, Henrique Alvim Corrêa e os três textos dedicados à leitura de Esaú e Jacó (1904), de Machado de Assis, em paralelo com a análise da tela de Aurelio de Figueiredo, O último baile da monarquia (1905), exemplos da mais fina inteligência crítica. Numa combinação bastante rara, o ensaísmo investigativo de Alexandre Eulalio, um scholar que fugiu dos bancos escolares para construir uma trajetória inteiramente singular, aliava erudição, perspectiva histórica e um faro muito apurado para enveredar por temas, autores e campos de interesse que poucos costumam trilhar. Extremamente sensível à construção literária, mas também aos valores táteis e visuais das artes plásticas, o crítico manteve-se sempre aberto ao estímulo multidisciplinar e — como demonstram os dez textos reunidos neste livro — fez da intersecção entre a literatura e as outras artes um lugar privilegiado para o exercício da análise e da interpretação.


R$49,00

Adicionar à Lista de Desejos