• Nenhum item no carrinho

DVD A Tristeza e a piedade
DVD A Tristeza e a piedade

DVD A Tristeza e a piedade

Diretor: Marcel Ophuls

A tristeza e a piedade, crônica de uma cidade francesa sob a Ocupação – Clermont-Ferrand, 134 mil habitantes, a 387 quilômetros de Paris e a 59 quilômetros de Vichy, entre 1940 e 1944. Montagem de fragmentos de cinejornais e depoimentos de gente da cidade e de políticos; militares alemães, ingleses e integrantes da Resistência Francesa; simpatizantes e colaboracionistas. Marcel Ophuls analisa tanto o processo da memória quanto os próprios acontecimentos da guerra.

Em um encontro com estudantes, em abril de 1979, Marcel Ophuls começou a sua fala da seguinte forma: “A ideia de que um filme demonstra algo resulta de um mal-entendido. Não quis demonstrar algo, quis apenas mostrar. Um filme não demonstra, simplesmente mostra. O cinema é um instrumento excepcional para descrever e interpretar a realidade tal como nós a percebemos, através de fatos e de gestos precisos.”
 
O DVD é acompanhado por um livreto com texto crítico de Naomi Greene, professora emérita de francês e cinema da Universidade da Califórnia, e traz como extra uma entrevista de Marcel Ophuls a Perry Wolff, produtor de documentários, feita em 1972 para a CBS, canal de TV americano.

Título Original: Le Chagrin et la pitié - Chronique d'une ville française sous l'occupation
Ano: 1969
Duração: 251 min. aprox.
Idioma: Inglês, francês e alemão
Formato da Tela: 4x3
Cor: preto e branco
Legenda: Português
Classificação Indicativa: Livre
País: França, Suiça, Alemanha
Gênero: Documentário
Informações Adicionais / Extras:

- Entrevista de Marcel Ophuls a Perry Wolf [1972, 48 min.]
- Livreto O retorno do reprimido, ensaio de Naomi Greene



R$49,90

Adicionar à Lista de Desejos

Marcel Ophuls

Diretor

Nascido na Alemanha e naturalizado francês, Marcel Ophuls (Frankfurt, 1927) iniciou a carreira como assistente de diretores como Anatole Litvak e seu pai, Max Ophüls (Lola Montés, 1955). Antes de "A tristeza e  a piedade", Marcel Ophuls realizou uma série de filmes para a TV alemã e uma série de longa-metragens de ficção e documentário dentre os quais "Hotel Terminus: The Life and Times of Klaus Barbie" (1988). Seus dois últimos filmes foram uma biografia de Max Ophuls, "Max par Marcel" (2009), e uma autobiografia, "Un voyageur" (2013).