Pai país, mãe pátria

Pai país, mãe pátria, um longo ensaio sobre a representação da família no cinema brasileiro recente, é um fecho de ouro para uma carreira brilhante. No cinema brasileiro dos anos 1960, o político e o social desfocavam a família, que, nas produções do final dos anos 1990, assume o protagonismo. A partir de cenas e diálogos de alguns dos principais filmes produzidos no Brasil sobretudo a partir da metade dos anos 1990, Avellar analisa como os personagens dessas obras encarnam nos indivíduos os dramas do coletivo.




Autor - José Carlos Avellar


José Carlos Avellar (1936-2016) foi um dos mais respeitados críticos de cinema do Brasil. Foram 20 anos de colaboração no Jornal do Brasil, artigos em sites e revistas especializadas e vários livros publicados, como O chão da palavra: cinema e literatura no Brasil (2007). Representante do Festival de Berlim no Brasil, integrou júris em outros tantos eventos mundo afora e também dedicou-se &ag...Leia mais

Especificações

Formato: 19 x 23 cm
Páginas: 152
Por: R$ 34,90 Comprar