ZUM 3

 

Em seu terceiro número, lançado em outubro de 2012, a revista semestral de fotografia contemporânea do Instituto Moreira Salles traz na capa, e como destaque, imagens raras do último trabalho de Geraldo de Barros (1923-1998), um dos maiores artistas brasileiros. Antes de morrer, o fotógrafo se debruçou, munido de tesoura e fita adesiva, sobre imagens de família esquecidas em caixas de sapato, e desafiou os clichês da fotografia com imagens surpreendentes, construídas sobre lâminas de vidro. A série Sobras refuta a ideia de instante decisivo e nos faz refletir sobre o espaço e o tempo usando imagens antigas. O comentário que acompanha as belíssimas imagens é do jornalista Antonio Gonçalves Filho.

O repórter Plínio Fraga descobre, no arquivo fotográfico do Serviço Nacional de Informações (sni), que, entre as 15 mil fotos recém-liberadas para consulta pela nova Lei de Acesso à Informação (em vigor desde julho de 2012), pelo menos três provam que crianças foram fichadas como subversivas e terroristas pela ditadura e enviadas ao exílio. Já Arthur Lubow traça um perfil da americana Francesca Woodman (1958-1981), que se suicidou aos 22 anos, depois de produzir centenas de autorretratos em preto e branco em que aparece nua, e antes de gozar da fama que se lançou sobre sua obra. ZUM publica ainda um portfólio do italiano Luigi Ghirri (1943-1992), Pouco conhecido no Brasil, ele é daqueles artistas raros e formidáveis que, uma vez descobertos, são capazes de mudar nossa visão do mundo.

Mais: ensaios do sul-africano Santu Mofokeng e do paraense Guy Veloso; palestra de August Sander (1876-1964); imagens dos arquivos do Grupo Atlas, criado pelo artista libanês Walid Raad para documentar e discutir a história contemporânea de seu país; uma aula do fotógrafo e professor americano Stephen Shore; e as imagens do artista plástico, cineasta e compositor Eduardo Climachauska.

REVISTA ZUM



Especificações

Formato: 21 x 26 cm
Páginas: 180
Por: R$ 45,00 Indisponível
Avise-me quando disponível